Cinedocumenta prestigia realizadores regionais

Cinedocumenta prestigia realizadores regionais

 

Entre os 23 filmes que compõem a programação da Cinedocumenta, dez levam a assinatura de produtores da região. Desse grupo, a maioria passou por oficinas da Mostra de Cinema, como é o caso de Vitor Augusto de Oliveira, diretor do curta Expedição Rio Doce, exibido hoje na Fadipa. O diretor estreante fez questão de agradecer à produção da Cinedocumenta pela experiência bem sucedida. “Meu filme vai ser exibido nos trens da Vale, e deve ser visto por um milhão de pessoas”, comemorou.

Agora à noite, entram em cena, na Escola Altina Olívia Gonçalves, sete curtas produzidas pelo Studio Integral. Os filmes são dos fotógrafos Nilmar Lage, Rodrigo Zeferino e do designer gráfico, Pedro Bastos. Intitulada Sociedade Anônima AS, a série de obras retrata “profissionais dos mais variados ramos e que se revelam curiosos, excêntricos e cuja atividades caminham paralelamente ao nosso cotidiano”, explica Nilmar Lage, que desde 2009 já sonhava com esse projeto.

A escolha das personagens, segundo o fotógrado, é subjetiva. “Nossos filmes trazem pessoas pitorescas que conhecemos ou que vamos descobrindo a partir do olhar que temos focado no projeto”.

Pedro Bastos conta que os vídeos têm agradado e emocionado as pessoas. “Um dos nossos personagens disse que sua filha, que mora em Portugal, logo que assistiu ao vídeo, ela se emocionou e chorou de saudades”.

A cada semana, um vídeo é produzido e postado no site do Studio Integral.

http://www.studiointegral.com.br/

No Comments

Post A Comment