Caio Tozzi participa da abertura da Cinedocumenta

Caio Tozzi participa da abertura da Cinedocumenta

Caio é diretor da atração de abertura da Cinedocumenta

Caio Tozzi, diretor de “A vida não basta”, filme de abertura da Cinedocumenta, estará hoje no palco para apresentar sua obra.

O filme é inspirado na frase do poeta Ferreira Gullar “A vida não basta”. O documentário, segundo explica Caio, “é uma conversa com nove artistas de diferentes áreas, para descobrir porque é preciso criar para a vida ir além”.

No filme, a atriz Denise Fraga, o escritor Milton Hatoum, o estilista Ronaldo Fraga, o cantor e compositor Toquinho, a cineasta Laís Bondanzky, o dramaturgo Leonardo Moreira e os quadrinistas Gabriel Bá e Fábio Moon – além da participação especial do próprio Gullar – dialogam sobre as origens da criação artística em suas vidas, a descoberta da vocação, os processos criativos, a relação com o público, dentre outros assuntos relacionados ao tema.

“Mais do que falar sobre o fazer arte, A vida não basta retrata uma forma de ver a vida”, comenta Caio, que assina a direção do documentário com Pedro Ferrarini.

 OUTRAS OBRAS

Autor do livro “Quando éramos mais”, Caio é jornalista e roteirista. Nasceu em São Paulo no ano de 1984. Começou a carreira aos 11 anos, produzindo textos e ilustrações para o jornal Tribuna das Águas, de Águas de Lindóia, interior de São Paulo. É formado em jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo e pós-graduado em Roteiro Audiovisual na PUC-SP. Trabalhou com jornalismo e publicidade, concebeu e organizou projetos de livros e revistas e é responsável pela produtora audiovisual Vila Filmes. Atua como roteirista de filmes institucionais e documentários. É autor do livro de contos e crônicas Postal e outras histórias (2009) e diretor e roteirista do documentário Ele era um menino feliz – O Menino Maluquinho, 30 anos depois (2011).

 

 

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.